MAFALDA CREATIVE - RAINHA DA NET


4 Fevereiro - 21h00
22€ (Plateia) / 18€ (Balcão) - M6

Mafalda Creative é atualmente uma das maiores Youtubers e um fenómeno do entretenimento a nível nacional.
Depois do irrefutável sucesso da estreia “Rainha da Net - Ao Vivo”, com todas as sessões esgotadas em Lisboa e Porto, Mafalda Creative prepara-se para percorrer as principais cidades do país, prometendo aos fãs, um formato nunca antes visto. "Rainha da Net - Ao Vivo" foi a estreia de Mafalda Creative nos palcos, tendo esgotado duas sessões no Capitólio em Lisboa, em menos de 48h e na Super Bock Arena no Porto, na primeira semana.
Um formato disruptivo, em que o stand up comedy ganha uma nova dimensão, aliando-se à música e a momentos de interação e participação do público e convidados de renome, recorrendo a uma forte componente luz e imagem, sempre no registo de proximidade e humor que lhe é tão característico.
Com mais de 500 mil subscritores no Youtube, mais de 315 mil seguidores no Instagram e mais de 700 mil seguidores no TikTok, a jovem de 23 anos já conta com 2 Nickelodean Kid´s Choice Awards (2019 e 2021) e 3 Thumb Media Play Awards, nas categorias de revelação (2018) e entretenimento (2019 e 2021).
Para além do sucesso digital, Mafalda revelou-se também um sucesso como autora com o lançamento do seu primeiro livro “Uma Adolescente à Beira de Um Ataque de Nervos”, ultrapassando as 10 mil cópias vendidas.
Além de criadora, guionista, actriz, produtora e realizadora, é também empreendedora e responsável pelo sucesso da sua própria linha de merchandising.
No Youtube já alcançou por várias vezes os lugares cimeiros das tendências, sendo que o seu conteúdo de maior sucesso “Rainha da Net” foi o vídeo mais popular de 2019, alcançando 1 milhão de visualizações em menos de uma semana e chegando ao top 3 da tabela de tendências do Brasil.
Após o enorme sucesso como criadora de conteúdo, a jovem planeia agora transportar esse sucesso para alguns dos palcos mais emblemáticos de Portugal.

Org. Sons em Trânsito
Apoio Câmara Municipal de Beja

 

12º FTEnFAL – FESTIVAL DE TUNAS


11 Fevereiro - 21h00
5€/3€ (estudantes) - M6

Tunas participantes:
Tuna Mista do Politécnico de Leiria
Tuna da Escola Superior de Enfermagem de São João de Deus
Tuna Académica da Escola Superior de Gestão e Tecnologia de Santarém

O FTEnfAl é o Festival de Tunas de Enfermagem do Alentejo organizado pela TAEB, Tuna Académica de Enfermagem de Beja.
A TAEB nasceu há 20 anos, sendo a primeira tuna mista da Muy Nobre cidade de Beja, com audácia e alegria, desde então a tuna tem vindo a pisar palcos nas mais diversas regiões do país, desde Norte a Sul e até as ilhas, representando sempre a cidade de Beja e o IPBeja da melhor forma possível e com distinção. Tem como principal objetivo a promoção da música portuguesa de cariz académico, bem como o convívio entre as tunas participantes, organização e público em geral, assim como dar a conhecer a cidade de Beja e tradições da região, apesar de inicialmente ter sido um festival que contava apenas com a participação de tunas de enfermagem, atualmente é alargado a tunas convidadas de qualquer curso/escola do país. Desta forma em 2023 a TAEB tem o prazer de apresentar a XII edição do FTEnfAl com o tema "desenhos animados", prometendo momentos de alegria, musicalidade e muito espírito tunante.

Org. Tuna de Enfermagem do Alentejo
Apoio Câmara Municipal de Beja

FICHEIROS SECRETOS


18 Fevereiro - 21h00
10€ - M12

A partir de “Ficheiros Secretos”, o livro que lançou em 2021, Luís Osório convoca para palco fantasmas e memórias de personagens que marcaram a história recente de Portugal.
Álvaro Cunhal, Mário Soares, José Saramago, Amália Rodrigues, Francisco Sá Carneiro, Jorge Sampaio e tantos outros que, na hora e meia do espetáculo, serão convocados numa interpelação direta com o público e a memória.
O palco transforma-se, com a ajuda de uma cenografia depurada e minimalista, num lugar em que as pessoas poderão encontrar motivos para rir e chorar, para se comover e indignar.
Luís Osório não é um ator.
Mas a sua voz transporta-nos quase como se o fosse – afinal, o que se pretende é o regresso a uma certa pureza do que é o teatro enquanto espaço de passagem de memória através das histórias que passam de uns para outros. É disso que se trata, uma homenagem ou um regresso à ligação do palco com a tradição oral.
Cada espetáculo terá um alinhamento diferente.
E três convidados especiais que serão chamados por Luís Osório em três momentos de “Ficheiros Secretos”. São três convidados especiais e que se enquadram na história da cidade ou da vila em que o monólogo é representado.

THE GIFT


25 Fevereiro - 21h00
22€ (1ªPlateia) / 20€ (2ª Plateia) / 18€ (Balcão) - M6

A busca do som. Chegamos a uma certa altura da vida que a busca dos sons para fazer discos começa a ser pouco produtiva. Nada nos enche. Nada nos diz... Um novo som é uma folha em branco. É a partir de ali que tudo se desenha.
Dos estímulos que menos esperamos saem respostas. Como o filme “A Grande Belleza” de Paolo Sorrentino que começa com um coro de nove vozes, que alimentam os quotidianos de tantas vidas. Como se as vozes conduzissem a banda sonora daquilo que fazemos, daquilo que somos... E se a raiz desse som que buscamos fosse o ser humano... A voz. As vozes.
A folha em branco encontrada. Um coro de um lado, ou no núcleo da folha...
As múltiplas vozes dão a forma, o conteúdo, a mensagem. A outra voz, da Sónia por cima de tudo. As letras em Português.
As vozes que fazem melodia, harmonia e ritmo e que dizem palavras.
Carregam e elevam o sentido de cada frase...
A vida é feita de contrastes, de coisas certas e erradas, de momentos bons e maus, de dias e noites. . . E depois do veludo da parte humana, o contraste... O áspero da eletrónica. Crua, rude, cruel.
O Coral nasce deste encontro. Desta folha em branco que sempre foi a busca do som. O disco saiu sem aviso. Saiu-nos de dentro. Não estávamos à espera.
O músico de hoje tem de seguir instintos, mas sobretudo respeitar os impulsos. Nada se organiza com tempo. As coisas saem. Ou se aproveitam, ou não. A digressão deste Coral é um desses momentos. Únicos, que nos saem de dentro sem aviso... O nosso impulso, fazer os concertos certos, nos locais certos. Será sobretudo por respeito àquilo que não se prevê, os nossos impulsos. Ou se aproveita ou não. Por detrás da cortina de cada teatro e auditório, um coro que enche o palco, e os Gift. Uns agarrados às letras, outros agarrados ao laboratório rude da eletrónica. Coral ao vivo é sobretudo uma celebração. Da vida. Do impulso. De estarmos ainda aqui a seguir aquilo que não se vê, o nosso instinto. Nuno Gonçalves – The Gift

Ficha Técnica
*The Gift *
Sónia Tavares Voz
Nuno Gonçalves Teclados
John Gonçalves Teclados
Miguel Ribeiro Teclados
*Coro*
Manuel Rebelo | Catarina Rebelo | Bianca Varela | Miguel Carvalho | Rita Meireles | Henrique Coelho | Martim Líbano Monteiro | Mateus Líbano Monteiro | Sérgio Fontão | Rui Miranda | Luis Beirão | Filipe Teixeira | Carolina Saldanha | Maria Castanheira | Isabel Fernandes | Sofia David | Catarina Brown | Lia Frusoni | Tomás Aragão | Nuno Pimenta
Nuno Ruas Técnico Som
Andrés Malta Técnico Som
Miguel Valério Técnico Luz
Diogo Cigarro Vídeo
Tiago Areias | André Frutuoso | Cristóvão Carvalho | Henrique Bértolo Roadies
Paulo Bismarck Road Manager

Org. Associação CULTURMAIS
Apoio Câmara Municipal de Beja

XAROCO – MAGAZINE CULTURAL


28 Fevereiro - 21h00
Entrada Gratuita mediante levantamento de bilhete - M6

Apresentação do projeto “Xaroco – Magazine Cultural” e exibição do episódio piloto.
O magazine cultural Xaroco é dedicado aos artistas que vivem no Alentejo e que desenvolvem nesse território as suas artes para o mundo. Através das vivências de cada artista aborda-se o património natural e histórico, projetos de sensibilidade ecológica, social e cultural e pequenos produtores da região.
Neste primeiro episódio convidámos o contador de histórias bejense, Jorge Serafim, para partilhar o seu trabalho artístico e a sua visão sobre os ventos futuros do Alentejo.

Org. Xaroco Magazine
Apoio Câmara Municipal de Beja

FERNANDO DANIEL


3 Março - 21h00
20€ (Plateia) / 18€ (Balcão) - M6

Fernando Daniel, um dos artistas pop nacionais mais relevantes da atualidade, apresenta-se em Acústico, na voz, guitarra e piano, acompanhado por dois elementos da sua habitual banda: Fernando Mendoza nos teclados e programações e Ivo Magalhães na guitarra.
Nestes concertos acústicos, para além das canções do seu último álbum “Presente, não vão faltar hits incontornáveis como “Espera”, “Voltas” ou “Nada Mais” e algumas canções daquele que será o seu terceiro álbum de originais, com lançamento previsto para o primeiro semestre de 2023, como o seu mais recente single “Prometo”, um hino à paternidade / maternidade que Fernando Daniel lançou no dia do primeiro aniversário da sua filha.
Desde 2018, Fernando Daniel foi construindo o caminho para se afirmar como um dos artistas pop mais bem-sucedidos em Portugal, com 2 discos de ouro, 4 singles de ouro, 3 singles de platina, 2 singles de dupla platina, 400 milhões de streams e mais de 250 concertos, todos eles seguidos por multidões que puderam testemunhar todo o poder vocal de Fernando Daniel e a energia contagiante de toda a banda em palco. Recebeu ainda em 2019 e 2020 o prémio Best Portuguese Act nos MTV Europe Music Awards, que distingue os artistas que mais se destacaram ao longo do ano pela sua qualidade e popularidade musical; no início de 2020, foi-lhe atribuída a categoria de Personalidade do Ano (Música) nos Prémios 5 Estrelas, que têm como objetivo ajudar os consumidores a identificar o melhor que existe no mercado a todos os níveis. Igualmente em 2020, esteve nomeado na segunda edição dos Prémios PLAY, os Prémios da Música Portuguesa, na categoria de Melhor Artista Masculino.

Org. Universal Music Portugal
Apoio Câmara Municipal de Beja

ÍRIS - A MENINA QUE FALAVA O QUE PENSAVA


4 Março - 15h00
5€ - M6

Pela Arte Pública

ÍRIS, A menina que falava o que pensava, é uma produção para a infância.
Esta é uma menina que pensa pela sua própria cabeça. E quando a cabeça está no corpo, começa a puxar pelas palavras, e as palavras acabam por habitar o corpo e depois saem do corpo e vão colorindo a dança da fala no espaço.
Esta é uma menina que faz as suas histórias, porque nas histórias que lhe contavam não havia lugar para uma menina como ela: a menina que falava o que pensava.

Ficha Artística
Produção arte pública
Texto/Encenação Gisela Cañamero
Atriz Sara Castanheira
Arranjos Musicais Joaquim Mariano | José Manhita
Direção Musical/Sonoplastia José Manhita
Design Inês Machado
Apoio CM Beja / Pax Julia – Teatro Municipal

 

ELAS E O JAZZ


11 Março - 21h00
10€ / 8€ (Mulheres) - M6

Integrado nas comemorações do DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Joana Machado, Marta Hugon e Mariana Norton cruzaram-se na escola do Hot Clube de Portugal, primeiro como alunas e depois como professoras.
Um dia, revisitaram os seus standards preferidos e as suas possibilidades infinitas e surgiu a vontade de voltar a casa. A casa dos músicos de jazz que é feita de compositores como Cole Porter, Irving Berlin, George Gershwin, Richard Rogers, Jerome Kern ou Harold Arlen. Acompanhadas por um trio de bateria, piano e contrabaixo, ELAS recriam o universo sempre contemporâneo dos musicais da Broadway e dos clubes de jazz de Nova Iorque, num espetáculo que é uma narrativa musical contada a três vozes.


 

CONCERTO PARA GRÁVIDAS


12 Março - 15h00
5€ (1 grávida + 1 acompanhante) - M6

Integrado nas comemorações do DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Quando me apaixonei por ti, apaixonei-me pela ideia de te ter e ainda antes de te sentir no meu ventre já te amava tanto. Tenho em ti toda a esperança todo o amor e toda a música que quero ouvir em conjunto.
O concerto para grávidas foi construído com notas de amor, que é o som mais encantador de todos. Queremos que o seu bebé usufrua de todos os benefícios de uma música construída para ele.
Venha a insistir e relaxar com este concerto criado para si e para o seu bebé.

LA DANSE PELO KAYZER BALLET


18 Março - 21h00
5€ - M6

A criação de Ricardo Runa foi Inspirada na Obra de Henri Matisse, “La Danse”, explora através do movimento as diferentes fases da conceção da obra do Pintor Francês, iniciando com o ritmo, passando pela vida da natureza e terminando com a fluidez da água, caracterizada no quadro do Pintor, num estilo contemporâneo conjuga a Dança, a Pintura e o Canto, reimaginando uma nova versão de “La Danse”.

Ficha Técnica
Conceito/Coreografia Ricardo Runa
Desenho de Luz Ricardo Runa
Música Alva Noto + Ryuichi Sakamoto, Robert Lippock, Ori Lichtik, Swod, Barbatuques, Hauser, Billie Holiday – Strange Fruit (Interpretada na Versão de Nina Simone por Margarida Geraldes)
Bailarinas Elisa D’acciavo, Ilaria Prodomo, Julia Runa, Lucrezia Aiuto e Valentina Zordani
Pintor Alexandre Guerreiro
Intérprete Voz Margarida Geraldes
Figurinos Paulo Runa /P Runa House
Apoio à Produção New Hand Lab / Unidos F.C.T.
Duração 45 minutos

JOSÉ CID & OCTETO – 10000 ANOS DEPOIS ENTRE VÉNUS E MARTE


25 Março - 21h00
22€ (Plateia) / 18€ (Balcão) - M6

10000 Anos Depois Entre Vénus e Marte, de José Cid, é um álbum de Rock progressivo, uma Ópera rock e também um dos poucos álbuns de Rock espacial em Portugal, editada pela Orfeu / Arnaldo Trindade em 1978. Embora pouco conhecido no seu país de origem, tem sido bastante mais aclamado no resto do mundo, chegando mesmo a ser incluído numa lista de 100 melhores álbuns de rock progressivo de todo o mundo de todos os tempos, numa lista organizada por uma revista inglesa.
Gravado em 1977, o álbum 10.000 anos depois entre Vénus e Marte é um marco na história do rock progressivo, tendo sido incluído pela revista Billboard numa lista de 100 melhores álbuns deste género do mundo. Também a Sputink Music Magazine UK, especializada em rock progressivo, o coloca entre os melhores de sempre.

Org. Palmas ao Palco
Apoio Câmara Municipal de Beja

ESPETÁCULO SOLIDÁRIO 'O NOSSO GONÇALINHO' - CANCELADO


28 Janeiro - 21h00
10€ - M6

COMUNICADO

É com tristeza que comunicamos o cancelamento do concerto em beneficência da causa ‘O nosso Gonçalinho’.
Apesar dos vários esforços por parte da Zarcos para a realização desta ação, a mesma não foi possível de se manter dada a baixa afluência de bilheteira, não restando outra opção se não o seu cancelamento.
Assim, a quem comprou bilhete, pedimos desculpa pela situação. Para solicitar a devolução do valor do bilhete, independentemente do local onde foi adquirido, deverá dirigir-se à bilheteira do Pax Julia – Teatro Municipal ou contatar pelo telefone 284 315 090. O pedido de devolução deverá ser feito até ao dia 11 de fevereiro, inclusive. A quem não pretender a devolução o valor será entregue na sua totalidade à causa ‘O nosso Gonçalinho.
Muito obrigado a todos pela compreensão.

A receita reverte na íntegra para a causa 'O Nosso Gonçalinho'

Os bilhetes já adquiridos são válidos para a nova data.

Artistas
Carlos Filipe
Fernando Tordo
Jorge Cruz
Virgem Suta

Org. Zarcos – Associação de Músicos de Beja 
Apoios Câmara Municipal de Beja | Cocas Produções | Primus Cafetaria

GILMÁRIO VEMBA - TEMAS


20 Janeiro - 21h00
16€ - M16
ESGOTADO

TEMAS, é o mais recente espetáculo de Gilmário Vemba, que nos promete surpreender!
Ao longo de um ano, Gilmário irá apresentar-nos um espetáculo completamente novo todas as semanas. Família, Guerra, Supermercados, Heróis, Invasões Alien, e tantos mais; são só algumas das coisas que iremos puder ouvir neste novo espetáculo.
Curiosos?

Org. Meio Termo
Apoio Câmara Municipal de Beja

 

NÃO VAIS ENTRAR?


14 Janeiro - 21h00
5€ - M14

Não Vais Entrar?, a nova criação teatral de Mariana Fonseca, parte de um diálogo entre os trabalhos de Valter Vinagre e de Jaime Rocha. Num ambiente próprio de um peepshow, por uma frincha, somos convidados a escutar discursos paralelos à prostituição e a refletir sobre corpos-máquina; abrigos-mãe; condições, direitos e valores femininos. Não Vais Entrar? engloba três diferentes performances que se servem de linguajares singulares para proporcionar uma experiência efémera, mas multifacetada.

Ficha Técnica
Encenação, Dramaturgia e Cenografia Mariana Fonseca
Desenho de luz Janaina Gonçalves
Figurinos Mariana Fonseca
Música e Som João Gamory
Vídeo Ricardo Reis
Produção Bernardo Peixoto
Apoio à criação Sofia Soromenho
Consultoria artística Jaime Rocha e Valter Vinagre
Assistência de cenografia Pedro Silva
Direção de movimento Rafael Barreto
Interpretação Mariana Fonseca
Desenho digital Vítor Ferreira
Fotografia Valter Vinagre
Co-produção YEP [Young Emerging Performers], uma parceria entre Rua das Gaivotas 6/ Teatro Praga e O Espaço do Tempo
Agradecimentos Companhia Lugar Comum / Born2Fail Project
Financiamento DGArtes

 

DULCE PONTES - Concerto Comemorativo do 94ºAniversário do Pax Julia - Teatro Municipal


17 Dezembro - 21h00
20€ (Plateia) / 17€ (Balcão) - M6

Dulce Pontes é incontornavelmente uma das melhores vozes do panorama musical português, destacando-se pela versatilidade da sua voz e pela emoção que transmite em cada canção que interpreta. É, por isso, com grande orgulho que anunciamos que a artista está de regresso à Universal Music Portugal para um novo projeto discográfico, a ser lançado em 2022. Um regresso 18 anos depois de ter editado pela Universal Music Portugal o disco Focus, de 2003.
Dulce Pontes é ainda hoje uma das artistas mais internacionais de Portugal. Ao longo da sua carreira soube cruzar fronteiras de diversos géneros musicais, em colaborações com artistas internacionais como Andrea Bocelli (O Mar e Tu, um dueto cantado em português por Dulce Pontes e em napolitano por Bocelli, no álbum Sogno, de 1999), Ennio Morricone (com quem também atuou ao vivo, em digressão), Cesária Évora, Caetano Veloso, Marisa Monte, Estrella Morente, Carlos Núñez, Giorgos Dalaras, Stefanos Korkolis, Waldemar Bastos ou Eleftheria Arvanitaki.
Também já atuou em salas de renome mundial como o Royal Albert Hall, em Londres, o Carnegie Hall, em Nova Iorque, a Arena de Verona, o Auditorium Parco della Musica, em Roma, o Palácio Mazda de Milão, o Palácio de Congresso de Paris ou o Fórum Internacional de Tóquio. A cantora chegou ainda a atuar ao lado de José Carreras na abertura oficial da eleição das novas 7 Maravilhas do Mundo, tendo interpretado juntos o tema One World, da sua autoria.
Dulce Pontes desafiou o reconhecido músico cubano Yelsy Heredia, um dos contrabaixistas mais prestigiosos da atualidade, nomeado para um Grammy Latino, para a coprodução, lado a lado, deste novo projeto, que se revela um trabalho de grande versatilidade e com uma marca visivelmente contemporânea. Este será o seu primeiro álbum em quatro anos, desde Peregrinação, editado em 2017.

ANANIN ANANÃO

15 Dezembro - 18h00

Festa de Natal da CMB e EMAS

Ananin Ananão é o nome do primeiro tema e também do primeiro disco a solo do músico bejense João Paulo (grupo Adiafa).
Depois de todo o longo e continuo percurso musical integrando vários projetos como “Adiafa”, “Baile Popular” (João Gil), entre outros, e participações em diversos discos como “Cabeças no Ar” (com Rui Veloso, Jorge Palma, João Gil e Tim), “Avis Rara” (Gaiteiros de Lisboa), Jorge Vadio, entre outros, João Paulo lança agora o seu primeiro trabalho a solo com edição de autor.
Ananin Ananão é um disco de música Infanto-juvenil de cariz tradicional, tendo como principal componente a Viola Campaniça ou Viola do Alentejo, como também é conhecida.
Com textos originais baseados em histórias, lengalengas infantis e personagens imaginárias, João Paulo tem como principal objetivo com este projeto, a divulgação da Viola Campaniça junto da geração mais nova e desta forma contribuir para a continuidade deste instrumento tão característico do Alentejo.
Neste trabalho, o músico contou com algumas participações como a de Jorge Benvinda (Virgem Suta), João Nunes (na guitarra), Gabriel Costa (estúdio, baixo, piano, etc.), Joaquim Simões (fagote), entre outras.

OLHA QUE DUAS!

14 Dezembro - 15h00
Entrada Gratuita mediante inscrição - M12

Com Florbela Queiroz, Natalina José, Gonçalo Brandão, Raquel Caneca, Ricardo Miguel e Sara Inês

Festa de Natal Sénior

Sonhos em Cena apresenta a nova revista OLHA QUE DUAS, liderada pelas veteranas Florbela Queiroz e Natalina José, duas das maiores vedetas do Teatro de Revista.
Acompanhadas pelos atores/cantores Raquel Caneca e Gonçalo Brandão e dos atores Ricardo Miguel e Sara Inês, a nova revista tem esgotado todas as salas por onde tem passado.
A Revista apresenta número de crítica social e política como as APANHADAS (mulheres de banqueiros presas pelas ações dos maridos), DISSOLVIDAS (deputadas que perderam o mandato), JEJUM INEXISTENTE (um senhor obeso que aderiu a uma dieta estranha), entre muitos outros momentos de gargalhadas.
Com textos de Flávio Gil, Renato Pino e Luís Viegas a revista apresenta também a recriação de dois textos de César de Oliveira e músicas de Carlos Dionísio.
Além da graça e do riso, o fado marca presença nas jovens vozes com fados orelhudos e um bonito medley de fados antigos.
Com um guarda-roupa luxuoso e atrativas projeções, esta revista tem todos os ingredientes para honrar a história da Revista à Portuguesa.
Florbela e Natalina dão o nome à revista e é caso para dizer " Olha que duas!"

CÃES DO ÁRTICO – UMA AVENTURA NO GELO


11 Dezembro - 15h00
3€ - M6

Realizador Aaron Woodley
Vozes Portuguesas Paulo Oom, Pedro Bargado, Cristina Basílio e Michel Simeão

Ano 2020
Duração 92 minutos
Género Animação, Aventura
Origem India/Reino Unido/China/Canadá
Estreia em Portugal 25-03-2021

Swifty é uma raposa do ártico com o grande sonho de tornar-se um “Top Dog”, que em Taigasville, a aldeia onde vive e trabalha, é equivalente a um estatuto de celebridade.
Numa das suas saídas para fazer uma entrega num local remoto, Swifty descobre, por acidente, o plano maquiavélico de Otto para derreter e aniquilar o Ártico. Para evitar que isto aconteça, Swifty tem de agir rapidamente e reunir os seus amigos para salvar Taigasville – e o Ártico – da total destruição.

Sinopse retirada de Films4you:
https://films4you.pt/filme/caes-do-artico-uma-aventura-no-gelo/

MAGIA – UM CONCERTO PARA O NATAL


10 Dezembro - 21h30
10€ / 5€ (sócios do Coro de Câmara) - M6

Participação
Mezzo soprano Cátia Moreso
Barítono Leandro Moreso
Coro de Câmara de Beja
Orquestra de Câmara Lusitânia
Direção Pedro Vasconcelos
Colaboração Convidados Ilustres

Org. Coro de Câmara de Beja
Apoio Câmara Municipal de Beja

 

ESPETÁCULO DE NATAL

 
7 Dezembro - 21h00
2€ - M3

Com Orquestra Sinfónica e Alunos do Curso de Dança

Org. Conservatório Regional do Baixo Alentejo
Apoio Câmara Municipal de Beja

AUREA SOUL SESSIONS – THE CHRISTMAS SHOW


3 Dezembro - 21h00
20€ (Plateia) / 18€ (Balcão) - M6


AUREA SOUL SESSIONS é um novo e contemporâneo conceito ao vivo que explora toda a paixão da artista pela Soul Music e o seu entusiasmo e capacidade vocal para interpretar grandes clássicos da Soul e Nu-Soul. Pelo palco vão desfilar grandes nomes da Soul na voz de Aurea e interpretados por uma banda de excelência, dirigida por João Gomes (Cool Hipnose, Orelha Negra, Cais Sodré Funk Connection, Space Boys, Sara Tavares, etc..).
AUREA SOUL SESSIONS – THE CHRISTMAS SHOW: Entre no espírito natalício da melhor forma e não perca este concerto inédito repleto da magia do natal! Este é o único concerto de natal inspirado pela Soul, jazz e Nu-Soul, com músicas de grandes interpretes como Aretha Franklin, Ella Fitzgerald, Marvin Gaye, Stevie Wonder, Pointer Sisters, Jackson Five, Tim Maia, entre muitos outros.

HISTÓRIA DE UMA BONECA ABANDONADA


30 Novembro - 10h30/14h30
Entrada Gratuita mediante marcação - M3

Pela Companhia Lendias D’Encantar

Sessões para Escolas mediante marcação:
- Telefone: 284 315 090
- Email: cultura@cm-beja.pt

Uma boneca é abandonada no meio da rua pela sua dona, uma menina mimada, malcriada e um pouco arrogante. A boneca agora está destruída e feia e a menina não gosta dela pois não soube cuidar. Outra menina, de bom coração, encontra-a e observa que ela é linda, embora esteja estragada e muito mal cuidada. Então a menina chama o seu amigo sapateiro para ajudá-la a consertar. A boneca está como nova. Quando a menina mimada descobre que a sua boneca desprezada está novinha em folha e que a outra menina a tem entre os braços, ela imediatamente a quer de volta. Assim, abre-se um processo, no meio da rua, para decidir a quem pertence a boneca. É o sábio farrapeiro que conclui a história, fazendo o famoso teste do círculo de giz.
A história torna-se um símbolo de todas aquelas coisas que deixamos abandonadas e não lhes damos o cuidado que merecem.

Ficha Técnica
Obra original de Alfonso Sastre
Encenação Julio César Ramírez
Interpretação Clara Cunha, Inês Minor, Inês Romão e Yakelin Yera
Banda Sonora João Nunes
Cenografia Ana Rodrigues e Julio César Ramirez
Design gráfico, Figurinos, Fotografia e Construção de Cenário Ana Rodrigues
Direção Técnica Ivan Castro
Produção Executiva Vitor Alegria
Assistentes de Produção Clara Cunha, Inês Minor e Yakelin Yera
Estagiária Inês Romão
Tradução Egito Gonçalves
Agradecimento especial Casa da Cultura de Beja, Filandorra - Teatro do Nordeste, Helena Ventura e Inês Smee
Duração 45 minutos

CANTADORES DAS NEVES CONVIDAM OS ALENTEJANOS, MARTIM HELENA E MAFALDA VASQUES


26 Novembro - 21h00
5€ - M6

Integrado nas Comemorações da Elevação do Cante e do Fado a Património Cultural Imaterial da Humanidade

Org. Cantadores das Neves
Apoio Câmara Municipal de Beja

VUELVE A CONTÁRMELO TODO


24 Novembro - 21h00
5€ - M16

Pela Companhia Lendias d’Encantar

Um ator secundário, cansado da rotina. Uma jovem atriz, cheia de ilusões. Uma cesta de maçãs que cai no chão e eles olham-se pela primeira vez.
A partir desse momento eles já não se vão separar. Nada irá detê-los na sua corrida imparável para o abismo do sucesso. Não haverá traição, nem vingança, nem crime a que não se comprometam para chegar ao topo, juntos.
À beira do precipício, eles vão se ver obrigados a reconstruir a história onde são protagonistas, a reinventar-se numa roda gigante sem fim. Um thriller sentimental com toques de humor negro. Um feitiço arcaico vagamente inspirado em “Macbeth” de Shakespeare. Um reflexo violento, com o “teatro às costas”, sobre a sociedade destes tempos.

Ficha Artística e Técnica
Texto Abel González Melo
Direção e Proposta Cénica Pepe Bable
Assistente de Direção Inês Minor
Intérpretes Yakelin Yera e Rey Montesinos
Direção de Arte Ana Rodrigues
Direção Técnica Ivan Castro
Produção Executiva Vitor Alegria
Assistentes de Produção Clara Cunha, Inês Romão e Henrique Maio
Apoios Município de Aljustrel e Câmara Municipal de Beja

Org. Lendias d’Encantar
Apoio Câmara Municipal de Beja

CESÁRIA ÉVORA


22 Novembro - 21h00
3€ - M12

Realizador Ana Sofia Fonseca
Com Cesária Évora

Ano 2022
Duração 94 minutos
Género Documentário
Origem Portugal
Estreia em Portugal 27-10-2022

Documentário que atravessa os contextos sociais e políticos da vida de Cesária, abordando temas como liberdade e igualdade racial e de género, ilustrados por imagens de arquivo, muitas desconhecidas, gravações originais e testemunhos de pessoas, como a neta Janete Évora e o antigo agente José da Silva, que conheceram a mulher por trás da lenda.

Sinopse retirada de Filmspot:
https://filmspot.pt/filme/cesaria-evora-934668/

CORAÇÃO DE FOGO (VP)


20 Novembro - 15h00
3€ - M6

Realizador Theodore Ty e Laurent Zeitoun

Ano 2022
Duração 92 minutos
Género Animação / Comédia
Origem Canadá
Estreia em Portugal 22-09-2022

Desde os seus 16 anos que Geórgia ambiciona ser bombeira como o seu pai, Shawn Nolan, um capitão reformado da Corporação de Bombeiros de Nova Iorque, só que infelizmente em 1928 as mulheres não podiam ser bombeiras. Mas quando um incêndio começa a destruir os teatros da Broadway, com chamas coloridas, todos os bombeiros da cidade desaparecem misteriosamente!
O Presidente da Câmara de Nova Iorque convence Shawn a liderar uma equipa de voluntários desajeitados para investigar os fogos mágicos. Geórgia vê uma oportunidade para seguir o seu sonho! Se ela conseguir ajudar o seu pai a parar com os incêndios, vai poder cumprir o seu destino!
Ela veste-se como um homem, apresenta-se como Giorgio à equipa de bombeiros – um taxista com problemas de desmaio, um diretor extremamente indeciso e um químico tímido com medo até da sua sombra. Salvar a cidade não vai ser uma tarefa fácil!
Será preciso tudo o que a Geórgia tem para resolver o mistério, sem revelar a rapariga que está por baixo da farda, antes que a cidade fique reduzida a cinzas!

Sinopse retirada de Cinemundo:
https://www.cinemundo.pt/filmes/coracao-de-fogo/

A AZENHA


17 Novembro - 21h00
3€ - M6

Integrado nas Comemorações do Centenário de Jorge Vieira

A Azenha é um concerto ilustrado, feito a dois pelos talentosos Filho da Mãe e Cláudia Guerreiro.
A música é assegurada pela guitarra de Filho da Mãe e a parte visual pela artista plástica Cláudia Guerreiro.
A Azenha é uma viagem sensitiva a um sítio no Alentejo, onde viveram o escultor Jorge Vieira e a escultora Noémia Cruz, na casa onde, diz-se, D. João I tinha uma amante. Fala de amores cósmicos e intuitivos em sítios a que todos pertencemos, na terra ou no espaço, de dia ou de noite, das impossibilidades do amor e das estranhas condições em que ele decide acontecer. No fim, as nossas casas são onde amamos.
O Rui e a Cláudia, amigos há 20 anos, casados há 10, juntaram-se para falar desse amor, na história de outros que acaba por ser também a sua. Inspirados nas personagens de Jorge Vieira, a guitarra de Filho da mãe casa-se com as imagens de Cláudia Guerreiro.
A Cláudia pinta, cria cenários de cor e papel, usa figuras de papel em jeito de marionetas e movimenta luz num vidro, que é filmado e projetado. A guitarra do Rui é a voz da história. Tudo em tempo real.

SINOPSE
Onde o Sol e a Lua se conheceram. Foi no Alentejo, na Azenha. No meio da planície, no meio da trovoada e dos meteoritos. No meio da luz e da escuridão, das estrelas e dos pássaros. Daí nasceram um touro e um escorpião, apaixonados como a Lua e o Sol, sem perceberem que eram do mesmo sítio, da terra. Pode dizer-se que, a certa altura, era o Sol que andava à volta da Lua, como se o Sol fosse a Lua e a Lua a terra. Entre o Touro e o Escorpião restava a dúvida de como se resolvia isto da Lua e do Sol. O que se vê de noite não coincide com a luz dos dias e a dor dos cornos não se compara à do ferrão.

EM DUPLICADO


12 Novembro - 21h00
5€ - M12

Integrado nas Comemorações do Centenário de José Saramago

A partir do universo inquieto de Saramago, nomeadamente da leitura do seu “O homem duplicado”, nasceu a ideia de que seria possível duplicar o Carlos Marques - músico, ator e narrador. Este encontrou em Pedro Luzindo - músico e comediante, a sua possível cópia.
Este encontro reflete a importância do eu, do outro e do amor em tempos de um capitalismo que nos faz perder a noção do tempo e que constantemente apela à individualidade.

Ficha artística
Criação e Composição Carlos Marques
Interpretação Carlos Marques e Pedro Luzindro
Texto Joana Bértholo
Desenho de Luz Rui Simão
Figurinos e cenografia Chissangue Afonso
Produção Lúcia Vieira

CACOS, MACORVOS, E OUTROS ESTORVOS


8 e 9 Novembro - 21h00
5€ - M12

Pela Arte Pública

Num ritmo delirante e alucinante, sucedem-se as fábulas de cariz satírico e humorístico, com dezenas de personagens e respectivas morais – inesperadas, subversivas, hilariantes.

Ficha Técnica
Texto Millôr Fernandes
Dramaturgia / Encenação Gisela Cañamero
Intérpretes João Carracedo / Ricardo Madeira / Sandra Maya
Luminotecnia David Soldado

ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA


5 Novembro - 21h00
5€ - M6


Pela Companhia de Dança Contemporânea de Évora

Integrado nas Comemorações do Centenário de José Saramago

A criação 'Ensaio sobre a Cegueira', inspirada na obra com o mesmo título de José Saramago, resulta do culminar de um percurso de experimentação coreográfica, em torno do comportamento humano em situações de crise e violência.
Os conflitos interiores, o medo, o individualismo como forma natural de existir, as questões éticas e morais associadas ao comportamento em sociedade, elencam a natureza comportamental dos intérpretes. Em cena, a natureza humana é apresentada de forma crua, sem emoção.
Com um formato próximo da instalação artística, a criação apresenta uma linguagem experimental, tanto a nível visual, como a nível do posicionamento do corpo na dança e na cena.
Os elementos chave obra de José Saramago surgem como indutores da linguagem dramatúrgica e de movimento, que desenvolve uma metáfora acerca do comportamento humano individual e coletivo, um discurso sobre a condição humana.
Nélia Pinheiro

Ficha Artística
Direção | Coreografia Nélia Pinheiro
Bailarinos Gonçalo Almeida Andrade, Nélia Pinheiro e Ricardo Henriques
Texto José SaramagoEnsaio sobre a Cegueira
Ambiente Sonoro Gonçalo Almeida Andrade
Figurinos José António Tenente
Desenho de Luz Nuno Meira
Cenografia Nélia Pinheiro e Rafael Leitão
Técnica Pedro Bilou e Fernando Dias
Direção de Produção Rafael Leitão
Produção CDCE 2019/2020
Duração 60 minutos

PEDRO ABRUNHOSA


29 Outubro - 21h00
20€ (Plateia) / 18€ (Balcão) - M6
ESGOTADO


Pedro Abrunhosa, viajante, escritor, homem de palco por excelência, é na estrada que se reencontra. Pedro Abrunhosa deixa patente a sua poderosa escrita através de canções que se juntam a tantos outros hinos, lendas, adágios a que o Autor nos habituou desde sempre.
Durante todo este período foram milhares os concertos, recintos cheios, festivais, salas esgotadas, digressões que o levaram a todo mundo. Multiplatinado em praticamente todos os discos, Pedro Abrunhosa foi distinguido com todos os prémios nacionais de relevância.
Preparado para abraçar novamente as estradas e os grandes palcos, Pedro Abrunhosa anuncia pela primeira vez, uma digressão a solo. Podemos contar com performances únicas e memoráveis, ao jeito que o Pedro Abrunhosa nos habituou ao longo da sua extensa carreira.

NUNCA NADA ACONTECEU


25 Outubro - 21h00
3€ - M16

Realizador Gonçalo Galvão Teles
Com Filipe Duarte, Alba Baptista, Ana Moreira, Rui Morisson e Miguel Amorim

Ano 2022
Duração 124 minutos
Género Drama
Origem Portugal
Estreia em Portugal 29-09-2022

Pedro, Maria e Paulo, três jovens inseparáveis, enfrentam os dramas e desilusões próprios da idade, em que os seus encontros são os únicos momentos de felicidade e liberdade, onde experimentam e arriscam o que ninguém pode saber.
Em casa, Pedro encontra um pai desempregado e apático, uma mãe ausente e dissimulada. No dia em que o avô se muda para a casa da família em Lisboa vindo de uma aldeia isolada no Norte, o neto confronta-se com um dilema: dar uma oportunidade a quem o quer realmente conhecer, ou manter o pacto de libertação que o une aos amigos.

Sinopse retirada de Filmspot:
https://filmspot.pt/filme/nunca-nada-aconteceu-1000382/

FESTIVAL DAS MARIAS - MICHELE MARA


FESTIVAL DAS MARIAS
22 Outubro - 21h00
5€ (Homens) / 4,30€ (Mulheres) - M6

Michele Mara, cantora brasileira, natural da cidade de Curitiba, reside em Portugal desde 2018, é também compositora, atriz e modelo plus size. Começou a cantar aos 10 anos de idade na igreja e é formada em canto popular pelo Conservatório de MPB de Curitiba (2007) e em Musicoterapia pela Unespar (2017).
É popularmente conhecida como "Maior Imitadora do Brasil e da América Latina, da cantora Aretha Franklin", prêmios que ganhou no programa Domingão do Faustão em 2011(Rede Globo) quando venceu o concurso nacional e internacional.
É atriz revelação do longa "Amor em Sampa'' de Bruna Lombardi, direção de Carlos Alberto Riccelli e Kim Riccelli, que estreou em 2016 e atualmente está disponível na Netflix do Brasil. Levou o público brasileiro às lágrimas com sua voz ao interpretar o tema principal do filme.
É uma mulher poderosa, dona de uma voz ímpar, uma das maiores vozes do soul no Brasil, com personalidade forte que a fez se tornar umas das referências "das negras em movimento" em Curitiba e no país.
É a organizadora da Marcha do Orgulho Crespo Curitiba, que leva para as ruas a beleza, a estética negra e o grito afinado por "respeito" ao povo negro. E por essa ação foi uma das 10 Mulheres a receber o Prêmio Personalidade Afro Paranaense, na então Secretaria da Cultura do Estado do Paraná, em 2018.
Em sua última turnê no Brasil realizou shows convidando cantoras pretas e na qual revelou a cantora brasileira Bia Ferreira, hoje internacionalmente conhecida.
Em Portugal foi uma brilhante concorrente do The Voice Portugal 2019.
Integrou o elenco do musical "Aquarela", direção de Juliana Moura, do INAC, realizado na cidade de Famalicão (2021).
Em 2021 criou a Feira Afro Empreendedora do Porto, que já está em sua 7° edição. A Feira promove o aquilombamento de africanas(os) do continente e diáspora, além de fortalecer o afroempreendedorismo e destacar o protagonismo de artistas negras(os) das diversas áreas: música, dança, teatro, circo, poesia, artes visuais, entre outras.
Michele Mara faz parte do line up do Festival das Marias, que será realizado em Beja, no dia 22 de outubro e será acompanhada pelas DJs "A Mamanus".
Neste show a cantora vai apresentar um repertório repleto de soul music, com canções originais que compôs ao longo de sua carreira e com parceiros como Kátia Drumond e Ricardo Verocai do projeto musical MUV (Brasil) e, também vai interpretar as famosas canções da música preta mundial como: Aretha Franklin, Elza Soares, Sandra de Sá, Alicia Keys, entre outras.

Ficha Artística
Michele Mara Cantora
Paty Sol DJ / Clyta
Raphaela Gonçalves Produtora
Eron Quintiliano Agente

Duração 70 minutos

Org. CADAC
Apoio Câmara Municipal de Beja